Homem é socorrido depois de ser esfaqueado e mulher alega ter dado facada para se defender de agressões

Caso foi no Jardim São Bento, em Presidente Prudente, neste domingo (6). Vítima não queria ir ao hospital, mas sua irmã acionou a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Por G1 Presidente Prudente 07/06/2021 - 07:27 hs

Homem é socorrido depois de ser esfaqueado e mulher alega ter dado facada para se defender de agressões
Foto: Stephanie Fonseca/G1

Um homem de 39 anos foi esfaqueado no Jardim São Bento, em Presidente Prudente, neste domingo (6). De acordo com a polícia, quem deu a facada é a esposa dele, que disse ter agido em legítima defesa.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi chamada para ir até uma residência, onde haveria um "indivíduo ferido por faca". No local, a vítima era socorrida pelo Corpo de Bombeiros.

Na casa estava a irmã do homem, que estava "muito nervosa". Ela contou que por volta das 9h recebeu uma ligação de sua mãe dizendo que o irmão havia sido "esfaqueado no abdômen e estava sentindo dores, mas não queria ir ao hospital".

Como a irmã achou que a situação era grave, acionou a PM e os bombeiros.

Foi a mãe da vítima que informou que a autora da facada era a esposa de seu filho, uma mulher de 53 anos.

A equipe foi para a casa da autora. Conforme o BO, ela explicou que o casal estava na rua e brigou durante a madrugada. A mulher contou que foi agredida pelo marido e que "para se defender deu uma facada".

Em seguida, a vítima foi para a residência de sua mãe e ela voltou para a casa. Ela também enfatizou que estava com a faca porque é sempre agredida pelo companheiro.

O caso foi apresentado na Delegacia Participativa como lesão corporal. A faca foi apreendida.

O homem foi levado para o Hospital Regional de Prudente. Por meio de nota, o HR informou ao G1 que o paciente deu entrada no pronto-socorro da unidade, na manhã deste domingo (6), por volta das 9h43, sendo prontamente atendido pela equipe médica e multiprofissional.