Justiça marca primeira audiência de julgamento da advogada de MS acusada de aplicar golpe milionário

Segundo o Ministério Público, Emmanuelle Alves Ferreira da Silva e outras três pessoas inventaram uma dívida referente a negociação de uma fazenda e retiraram R$ 5 milhões da vítima.

Por G1 MS 11/01/2019 - 08:42 hs
Foto: Allysson Maruyama/TV Morena

A Justiça marcou para o dia 30 de janeiro a primeira audiência de julgamento da advogada de Campo Grande, e de outras três pessoas, acusadas de aplicar um golpe milionário em um aposentado do Rio de Janeiro.

Emmanuelle Alves Ferreira da Silva foi detida em julho de 2018. No entanto, a prisão foi convertida em domiciliar, e na sequência, ela passou a responder o processo em liberdade com uso de tornozeleira eletrônica. Mudança concedida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo denúncia do Ministério Público, a advogada, que é mulher de um juiz da capital, e outras três pessoas inventaram uma dívida referente a negociação de uma fazenda e entraram com ação de cobrança na Justiça contra o idoso.

Ele teve mais de R$ 5 milhões retirados da conta e o dinheiro foi repassado para Emmanuelle. Após o inquérito policial, ela devolveu o valor. A defesa da advogada diz que ela não participou da elaboração do golpe e que ainda teria sido enganada com documentos falsos apresentados por clientes.