Poucas horas após ser identificado por parentes em MS, homem espancado morre na Santa Casa

Uma tia é quem fez o primeiro reconhecimento e depois o pai e outro membro da família apareceram. Eles pediram para vítima não ter a identidade revelada.

Por G1 MS 11/01/2019 - 08:55 hs
Foto: Ascom Santa Casa/Divulgação

Faleceu na Santa Casa, em Campo Grande, o homem de 33 anos encontrado desacordado na rua e que foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. A vítima permaneceu quatro dias internado, em estado gravíssimo e a morte encefálica foi decretada na tarde dessa quarta-feira (9).

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, foi uma tia quem fez o primeiro reconhecimento e depois voltou para formalizar a internação da vítima. Em seguida, o pai dele e mais outro membro da família apareceram. Eles pediram para o homem não ter a identidade revelada.

Com a morte, o hospital verificou a possibilidade dele ser um potencial doador e, após este procedimento, o corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol).

 

Entenda o caso

 

A vítima estava na rua Desembargador José Nunes da Cunha, quase esquina da Avenida do Poeta, no Parque dos Poderes, quando foi encontrada, já em estado grave.

No hospital, os médicos fizeram a estabilização dele, na área vermelha, porém, informaram que ele era um paciente instável e corria risco de vida, permanecendo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Por Graziela Rezende, G1 MS