Caravina recebe representantes do Senai e Fiems e debatem sobre cursos de capacitação e construção de escola técnica

No encontro, que reuniu o gerente do Senai-MS de Três Lagoas, Rodrigo Bastos de Melo; o gerente comercial da Fiems, Fabrício Candia; o assessor de mercado da Fiems, Luiz Patrick além dos vereadores Dennis Thomazini e Cleyton Rodrigo da Silva

Por Assecom Prefeitura de Bataguassu 18/06/2019 - 10:24 hs
Foto: Assecom Prefeitura de Bataguassu

O prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB) esteve reunido ontem, dia 17 de junho, com representantes do Senai-MS e Fiems para debater a respeito da oferta de cursos de capacitação profissional na área frigorífica voltada ao município.

No encontro, que reuniu o gerente do Senai-MS de Três Lagoas, Rodrigo Bastos de Melo; o gerente comercial da Fiems, Fabrício Candia; o assessor de mercado da Fiems, Luiz Patrick além dos vereadores Dennis Thomazini e Cleyton Rodrigo da Silva – ambos integrantes da Comissão Especial Mista de Geração de Emprego da Câmara Municipal de Vereadores, o prefeito comentou sobre a intenção de oferecer qualificação profissional aos moradores da cidade, em especial, para os cargos de desossador.  

Fotos: Assecom Prefeitura de Bataguassu“Sabemos que o frigorífico Marfrig possui muitos funcionários absorvidos de municípios vizinhos devido essa falta de capacitação dos trabalhadores de Bataguassu. Nossa intenção é garantir que a população absorva essas vagas de emprego e tenham renda, poder de compra e estabilidade profissional”, explica.

Caravina comentou ainda que tem buscado fomentar no município outros dois nichos de mercado: segmento na área de vestuário e calçados. “Já estive em Maringá e Cianorte visitando empresas para buscar possíveis investidores para Bataguassu”.

Conforme os representantes do sistema Senai-MS e Fiems, após as tratativas, o curso profissionalizante deve ser ofertado em torno de 40 dias. Mais informações serão divulgadas posteriormente.

Estiveram também presentes no encontro, o chefe do Núcleo Municipal de Indústria e Comércio, Rafael Muchon e o gerente da Casa do Trabalhador, Enivaldo Marques. 

ESCOLA TÉCNICA

Na reunião, foi tratado ainda sobre a implantação de uma Escola Técnica do Senai-MS em Bataguassu. “Temos recursos disponibilizados na ordem de R$ 2 milhões pela Justiça do Trabalho para essa finalidade. Já estive em visita a sede da escola em Presidente Prudente (SP) para conhecer a estrutura e buscar fomentar essa instalação em Bataguassu”, comenta o prefeito, que também é presidente da Assomasul.

Segundo o Caravina, é aguardada a formulação de um termo de intenção entre Prefeitura e Senai-MS para o início do projeto arquitetônico e na sequência realização da obra que será construída na área da escola Ceja. 

Por Assecom Prefeitura de Bataguassu