Homem é multado em R$ 323 mil por incendiar e desmatar área de reserva em fazenda de MS

No toral, 126,6 hectares foram atingidas na fazenda em Aral Moreira. Um tatu foi encontrado em meio as cinzas.

Por G1 MS 11/09/2019 - 06:26 hs
Foto: PMA/Divulgação

Um homem de 65 anos foi autuado em R$ 323 mil por provocar incêndio e desmatar área de reserva legal em Aral Moreira, 373 quilômetros de Campo Grande. Em meio as cinzas, foi encontrado um tatu, morto pelas chamas na segunda-feira (9).

De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), o fogo destruiu 87,7 hectares da fazenda e 34,11 hectares da reserva protegida.

Segundo a PMA, As áreas danificadas atingiram quatro fazendas vizinhas. Na propriedade onde iniciou o fogo, foi constatado também um desmatamento de 4,85 hectares. Todas as áreas atingidas somam 126,6 hectares, medidos em GPS pelos policiais.

O proprietário foi autuado administrativamente e multado em R$ 24.500,00 pelo desmatamento em área de reserva legal, R$ 170.550,00 pelo incêndio na área protegida, R$ 87.700,00 pelo incêndio em área agropastoril e R$ 40.500,00 pelos danos em área de preservação permanente.

Ele também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de dois a quatro anos de prisão.Todas as áreas danificadas somam 126,6 hectares — Foto: PMA/Divulgação

Por G1MS — Campo Grande