Homem é preso pela Polícia Civil após embebedar e abusar sexualmente de adolescente em praça de Bataguassu

Durante a abordagem, a adolescente de 12 anos estava visivelmente alcoolizada e sofria abusos de um homem de 34 anos.

Por Redação Portal 98 FM 23/10/2019 - 08:47 hs
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Na noite desta terça-feira (22), um homem de 34 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil em Bataguassu, após ser flagrado abusando sexualmente de uma adolescente de 12 anos que estava embriagada. O flagrante ocorreu na Praça Jan Antonin Bata (praça do peixe), no centro da cidade.

De acordo com as informações do delegado Dr. Daniel Wollz, os investigadores receberam uma denúncia informando que o acusado estaria abusando sexualmente de uma adolescente, na referida praça.

Diante da denúncia, os investigadores saíram em diligência e flagraram o homem praticando atos libidinosos na adolescente. Ainda de acordo com as informações, durante entrevista ao acusado, os investigadores constataram que ele havia fornecido bebida alcoólica para a adolescente, que apresentava visível estado de embriaguez.

O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil para serem tomadas as providências cabíveis. Conselheiros tutelares acompanharam o caso.

Em nota, o delegado Daniel Wollz orientou e destacou as consequências do fornecimento de álcool para menores de 18 anos, bem como à prática de atos sexuais com adolescentes. “A população em geral deve tomar muito cuidado com o fornecimento de álcool ou outras substâncias que causem dependência a menores de idade, uma vez que se trata de conduta gravíssima, punida com pena de até 04 (quatro) anos de detenção, se não resultar crime mais grave. Isso porque as crianças e adolescentes são pessoas em peculiar situação de desenvolvimento, devendo ser preservadas de quaisquer produtos tóxicos que possam abalar a plenitude de uma infância feliz e lhe prejudicar a saúde. A Polícia Civil trabalha intensamente para punir crimes como este. O abuso sexual de menores de 14 (quatorze) anos também é repudiado com sanção penal severa, uma vez que a pena pode chegar a 15 (quinze) anos de reclusão. Cabe ressaltar, ainda, que ter conjunção carnal ou praticar qualquer outro tipo de ato libidinoso com menor de 14 (quatorze) anos, mesmo que com sua permissão, é considerado estupro de vulnerável”.

Por Redação Portal 98 FM