Em fazenda de MS, 23 cabeças de gado são encontradas mortas após passarem fome e sede

O dono da fazenda foi multado em R$ 23 mil por cada animal morto. O capataz informou à polícia que o gado chegou a propriedade bem debilitado após sair do Pantanal.

Por G1 MS 06/11/2019 - 06:58 hs
Foto: PMA/Divulgação

A Polícia Militar Ambiental encontrou 23 cabeças de gado mortas em uma fazenda em Terenos, a 40 km de Campo Grande. De acordo com a PMA, os animais morreram de fome e sede ao serem transportados para o local.

"Nesse calor de Mato Grosso do Sul os animais não aguentam a longas viagens sem uma logística apropriada. Suspeitamos que ficaram de dois a três dias em pé no sol escaldante, sem água e sem comida", disse o coronel Queiroz, da PMA.

O capataz da fazenda informou à polícia que o gado chegou a propriedade vindo de Corumbá (MS) e desembarcou bastante debilitado, não havendo tempo para recuperação. Na propriedade há pasto e água e inclusive outros animais, segundo a polícia. O homem ainda disse que o atraso no transporte teria ocorrido por entraves ligados a notas fiscais que não estariam totalmente apropriadas.

A ocorrência começou a ser registrada no dia 25 de outubro e foi finalizada nesta segunda-feira (4) após o fazendeiro, de 36 anos, ser localizado e multado em R$ 23 mil por cada bovino encontrado morto. A polícia ainda acionou a Iagro ( Agência Sanitária Animal e Vegetal) para a avaliação sobre sanidade dos outros animais que estão na propriedade.

Animais morreram de fome e sede, segundo a polícia — Foto: PMA/Divulgação

Por Ricardo Freitas, G1 MS