Secretaria Municipal de Saúde de Bataguassu desenvolve Campanha Novembro Azul

Por Assecom Prefeitura de Bataguassu 08/11/2019 - 05:46 hs
Foto: Assecom Prefeitura de Bataguassu

Depois da campanha de prevenção ao câncer de mama e de colo de útero conhecida como “Outubro Rosa”, a Prefeitura de Bataguassu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde iniciou a campanha "Novembro Azul”.

O mês é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem.

 A ideia é conscientizá-los sobre a importância dos exames preventivos e desta forma, quebrar preconceitos.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Maria Angélica Benetasso, as ações programadas para o mês contarão com atendimentos em horários estendidos nas unidades de saúde; "Dia D" na Secretaria Municipal de Saúde com a oferta de mais de 300 testes de PSA, consultas clínicas, exames de toque, consultas com cardiologista  entre outras orientações. 

"Agora é a vez de cuidarmos dos homens. Por isso, é importante que todos os pacientes procurem as unidades de saúde e façam o agendamento dos seus exames. Fazendo esses atendimentos anualmente, a chance de se descobrir a doença precocemente é maior e as chances de cura também. Esse é o nosso intuito com a campanha", comenta ela, que salienta que as mulheres tem papel importante no engajamento dos seus parceiros, fazendo com que eles busquem atendimento de saúde.

O médico clínico geral, Éder Nascimento comenta que o preconceito e um receio cultural atrapalham os homens a procurarem as unidades de saúde para atendimento. "Existe uma retração natural e uma discriminação masculina sobre o assunto, mas é preciso deixá-la de lado e encarar o desafio de cuidar da saúde e prevenir um eventual diagnóstico", orienta.

Nascimento esclarece que não existe apenas o exame de toque para se diagnosticar o câncer de próstata. "Atualmente usamos exames de ultrassom, exame de sangue, PSA, exames esses específicos para esse diagnóstico. É importante alertá-los que busquem sempre realizar um checkup regularmente". 

Programação 

A programação da Campanha Novembro Azul teve lançamento no dia 1º de novembro, porém, em outubro, durante a realização do evento Programa Saúde do Homem e da Mulher Rural, ação do Senar-MS em parceria com Sindicato Rural e Prefeitura, que fez parte da Campanha Outubro Rosa, um total de 136 homens receberam atendimentos com a oferta de exames de PSA, consulta com urologista e exame de toque antecipadamente ao Novembro Azul.

Dentro do cronograma municipal, nesta quinta-feira, dia 7 de novembro, serão iniciados os atendimentos com horários ampliados nas unidades de saúde, das 18 às 21 horas (horário de Brasília). "Os atendimentos serão iniciados pelo ESF São Francisco, com a oferta de exames diversos além de consultas médicas, avaliação odontológica e vacinação tríplice viral", diz a secretária. 

Amanhã, dia 8 de novembro, os atendimentos serão desenvolvidos no ESF "Emiko Resende", no Distrito de Nova Porto XV, no mesmo horário.

Confira abaixo programação completa de atendimentos 

Foto: Assecom Prefeitura de Bataguassu

Saiba mais sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer.

A próstata é uma glândula que só o homem possui, localizada na parte baixa do abdômen. Situa-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz cerca de 70% do sêmen  e representa um papel fundamental na fertilidade masculina.

Os sintomas mais comuns da doença são dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina. Quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários. Uma alimentação saudável, atividade física, diminuição do consumo de álcool e de cigarro ajudam a reduzir o risco do câncer.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todos os homens com 45 anos ou mais façam um exame de próstata anualmente, o que compreende o toque retal e o PSA. Segundo especialistas, o toque retal é considerado indispensável e não pode ser substituído pelo exame de sangue ou por qualquer outro exame como o ultrassom, por exemplo.

Por Assecom Prefeitura de Bataguassu